Habitação antiga.

apvalente
Curioso
Curioso
Mensagens: 48
Registado: 04 nov 2011, 11:58
Localização: Évora

Habitação antiga.

Mensagem por apvalente » 13 jul 2019, 22:52

Boas Noites a todos.

Hoje estive com um cliente que pretende orçamento para eletrificar habitação antiga (Monte alentejano).
A habitação tem sido alimentada ate ao momento por um gerador com 3000 W que se encontra numa pequena casa de maquinas.

A EDP já colocou cablagem até a Portinhola e Contador, no muro do portão de entrada que se encontra a 120 metros de distancia da habitação.
já foram abertas valas até a casa das maquinas onde se encontra o gerador.

O cliente pretende que seja instalada a cablagem desde a portinhola e contador até a um suposto quadro elétrico que iria ficar na casa das maquinas (para substituir gerador) e desse quadro elétrico iria então alimentar o quadro elétrico ja existente na habitação.

É aqui que de facto fiquei com duvidas quanto a "legalidade" desta suposta ligação. Até ao momento sempre fiz a tradicional alimentação ( da portinhola até ao quadro de entrada da habitação) e depois para quadros parciais e anexos. Mas o que esta aqui a ser pedido é exatamente o oposto.

A partida a minha ideia é rejeitar esta obra, mas gostaria de saber a vossa opinião antes de o fazer pois posso estar simplesmente a ver mal a coisa.

Pedi para ver o quadro elétrico e as condições elétricas da habitação, e o cliente gentilmente disse que só depois de mostrar orçamento :)

Mas fora este (pequeno grande) pormenor, realmente queria tirar a duvida em cima apresentada.

Junto em anexo um pequeno desenho para exemplificar a situação.
Monte alentejano ecd.jpg
Não tem Permissão para ver os ficheiros anexados nesta mensagem, tem de estar registado


APV

ENERGY
Team Apoio
Team Apoio
Mensagens: 5352
Registado: 18 fev 2009, 21:21
Profissão: Eletricista
Localização: Portugal de Norte a Sul
Enviou: 23 vezes
Agradecimiento recebido: 192 vezes

Re: Habitação antiga.

Mensagem por ENERGY » 14 jul 2019, 23:21

Boas
Se tem a casa a cerca de 80 metros da portinhola, porque razão vai querer gastar o dobro da cablagem e por conseguinte um maior encargo resultante de uma maior distancia que vai obrigar a uma secção do cabo muito maior, logo um maior custo da obra.
Se o cliente só está a pedir orçamento para a derivação entre portinhola/contador/Q.E quem vai depois pedir a certificação da Instalação Elétrica?
A Instalação Elétrica da casa está em ordem para depois pedir a certificação?
apvalente Escreveu:
13 jul 2019, 22:52
Boas Noites a todos.

Hoje estive com um cliente que pretende orçamento para eletrificar habitação antiga (Monte alentejano).
A habitação tem sido alimentada ate ao momento por um gerador com 3000 W que se encontra numa pequena casa de maquinas.

A EDP já colocou cablagem até a Portinhola e Contador, no muro do portão de entrada que se encontra a 120 metros de distancia da habitação.
já foram abertas valas até a casa das maquinas onde se encontra o gerador.

O cliente pretende que seja instalada a cablagem desde a portinhola e contador até a um suposto quadro elétrico que iria ficar na casa das maquinas (para substituir gerador) e desse quadro elétrico iria então alimentar o quadro elétrico ja existente na habitação.

É aqui que de facto fiquei com duvidas quanto a "legalidade" desta suposta ligação. Até ao momento sempre fiz a tradicional alimentação ( da portinhola até ao quadro de entrada da habitação) e depois para quadros parciais e anexos. Mas o que esta aqui a ser pedido é exatamente o oposto.

A partida a minha ideia é rejeitar esta obra, mas gostaria de saber a vossa opinião antes de o fazer pois posso estar simplesmente a ver mal a coisa.

Pedi para ver o quadro elétrico e as condições elétricas da habitação, e o cliente gentilmente disse que só depois de mostrar orçamento :)

Mas fora este (pequeno grande) pormenor, realmente queria tirar a duvida em cima apresentada.

Junto em anexo um pequeno desenho para exemplificar a situação.

Monte alentejano ecd.jpg
Cpts.
Energy

apvalente
Curioso
Curioso
Mensagens: 48
Registado: 04 nov 2011, 11:58
Localização: Évora

Re: Habitação antiga.

Mensagem por apvalente » 15 jul 2019, 00:22

Obrigado pela resposta Energy.

O facto do cliente não me ter mostrado o interior da casa pelo menos para eu ver as condições eléctricas actuais, já me deixou de pé atrás e depois o que o cliente pretende, para mim não faz sentido. Alem disso quem terá colocado a Portinhola e o Cx de contador e levado cabos desde o interior da casa até ao actual gerador! Tudo isto é no mínimo um pouco estranho. O que me parece é que o homem quer é a energia na casa sem que ninguém lhe toque no interior, Enfim vai ser para recusar, mas ao menos queria ter a certeza que não estava a ver mal, ou a exagerar ou sem me estava a escapar alguma coisa!
APV

ENERGY
Team Apoio
Team Apoio
Mensagens: 5352
Registado: 18 fev 2009, 21:21
Profissão: Eletricista
Localização: Portugal de Norte a Sul
Enviou: 23 vezes
Agradecimiento recebido: 192 vezes

Re: Habitação antiga.

Mensagem por ENERGY » 15 jul 2019, 21:15

apvalente Escreveu:
15 jul 2019, 00:22
Obrigado pela resposta Energy.

O facto do cliente não me ter mostrado o interior da casa pelo menos para eu ver as condições eléctricas actuais, já me deixou de pé atrás e depois o que o cliente pretende, para mim não faz sentido. Alem disso quem terá colocado a Portinhola e o Cx de contador e levado cabos desde o interior da casa até ao actual gerador! Tudo isto é no mínimo um pouco estranho. O que me parece é que o homem quer é a energia na casa sem que ninguém lhe toque no interior, Enfim vai ser para recusar, mas ao menos queria ter a certeza que não estava a ver mal, ou a exagerar ou sem me estava a escapar alguma coisa!
Boas
Essa situação só faz sentido se o dono quiser manter o gerador, isto no caso do local da habitação a energia faltar varias vezes, caso contrário não faz sentido andar às voltas com os cabos.
E também não faz sentido, nem é aceitável que esteja a pedir um orçamento para um trabalho, e que não se tenha acesso a toda a Instalação Elétrica que depois se vai certificar.
Orçamentar sem ver, sem caderno de encargos, sem medições, é como dar um tiro no escuro.
Cpts.
Energy

apvalente
Curioso
Curioso
Mensagens: 48
Registado: 04 nov 2011, 11:58
Localização: Évora

Re: Habitação antiga.

Mensagem por apvalente » 16 jul 2019, 12:36

Boas Novamente Energy.

Mantendo o gerador como backup poderia ser, mas neste caso era mesmo para remover. ja disse a cliente que desistia do orçamento. foi tudo muito esquisito. É viver e apreender todos os dias!
Obrigado.
Última edição por apvalente em 16 jul 2019, 20:20, editado 1 vez no total.
APV

apvalente
Curioso
Curioso
Mensagens: 48
Registado: 04 nov 2011, 11:58
Localização: Évora

Re: Habitação antiga.

Mensagem por apvalente » 16 jul 2019, 20:15

Apesar de ter desistido de apresentar o orçamento, fiquei curioso e fui fazer cálculos com base nos dados disponíveis, ou seja o cliente queria ter 10,35 kva, os cabos iriam estar enterrados.

Se a quedas máximas de tensão nas entradas monofásicas forem de 0,5 % e com a distancia da portinhola ao gerador de 120 metros, teria que ter condutores de 95 mm2, isto a cunha porque a queda com este cabo é de 0,55%.

Acho que ja alimentei motores industriais com cablagem mais fina eheh.
APV

Mario Lopes
Velha Guarda
Velha Guarda
Mensagens: 201
Registado: 12 jan 2011, 14:37
Localização: Telheiras - Lisboa
Agradecimiento recebido: 13 vezes

Re: Habitação antiga.

Mensagem por Mario Lopes » 18 jul 2019, 11:33

Meu caro a queda de tensão que refere para entradas é de 1,5 e não de 0,5%. A instalação que estava a referir pode ser feita sem problema nenhum desde que o novo quadro onde estava o gerador tenha uma MX e no interior da habitação uma botoneira de disparo. Em todo o caso tinha que validar toda a instalação para solicitar a respectiva inspecção.

lcmmonteiro
Electricista de 3ª
Electricista de 3ª
Mensagens: 264
Registado: 19 abr 2017, 15:34
Profissão: Eletricista
Localização: Barreiro
Enviou: 1 vez
Agradecimiento recebido: 10 vezes

Re: Habitação antiga.

Mensagem por lcmmonteiro » 18 jul 2019, 12:59

Para uma queda máxima de 1. 5% em trifásico 45A secção minim de 35mm.

Em monofasico 95mm.

Isto com o fator de potencia a 0.8

apvalente
Curioso
Curioso
Mensagens: 48
Registado: 04 nov 2011, 11:58
Localização: Évora

Re: Habitação antiga.

Mensagem por apvalente » 18 jul 2019, 16:47

Agradeço a correcção indiquei para entradas colectivas que é de 0, 5% no quadro de entrada + 1% para a coluna. Obrigado também pela dica de como resolver o assunto no futuro! Como disse inicialmente ainda não tinha apanhado nenhuma situação destas para alem do tradicional.

Ainda bem que existe este fórum para tirar duvidas e aprender quando é preciso.

APValente.
APV

ENERGY
Team Apoio
Team Apoio
Mensagens: 5352
Registado: 18 fev 2009, 21:21
Profissão: Eletricista
Localização: Portugal de Norte a Sul
Enviou: 23 vezes
Agradecimiento recebido: 192 vezes

Re: Habitação antiga.

Mensagem por ENERGY » 18 jul 2019, 21:27

Boas
O caso da MX nesta solução, na minha opinião não é nada pratico, pois isto significa que se desligar o DCP/ID/DD, a pessoa por exemplo no Inverno vai ter de sair de casa a chover ou de noite, etc, para se deslocar ao QG para rearmar o DCP.
Cpts.
Energy

apvalente
Curioso
Curioso
Mensagens: 48
Registado: 04 nov 2011, 11:58
Localização: Évora

Re: Habitação antiga.

Mensagem por apvalente » 20 jul 2019, 18:24

Só para concluir o raciocínio e corrigir os dados anteriormente apresentados.

Para uma queda de tensão máxima nas entradas de 1,5%, e com o factor de correcção de 0,80, a cablagem que teria de ter 35 mm 2 em monofásico para a distancia de 120 do quadro de entrada.

Portanto seria o dobro da cablagem para uma entrada com uma distancia de aprox 10 metros, em 10,35 Kva, que é de 16 mm2.

Penso que agora esta tudo correcto.

Abraço.
APV

lcmmonteiro
Electricista de 3ª
Electricista de 3ª
Mensagens: 264
Registado: 19 abr 2017, 15:34
Profissão: Eletricista
Localização: Barreiro
Enviou: 1 vez
Agradecimiento recebido: 10 vezes

Re: Habitação antiga.

Mensagem por lcmmonteiro » 20 jul 2019, 23:31

45A em monofasico enterrado no solo com queda de tensão inferior a 1.5% permite um comprimento máximo de 60 metros sensivelmente.

Para apenas 10 metros os mesmos 45A em monofasico também enterrado no solo a secção de 10mm e suficiente e garante uma queda de tensão na ordem de 0.80%.

Salvo alguns pormenores que não estão a ser analisados.


10.35KVA em monofasico são o 45A.

10.35KVA em trifásico são 15 + 15 + 15

apvalente
Curioso
Curioso
Mensagens: 48
Registado: 04 nov 2011, 11:58
Localização: Évora

Re: Habitação antiga.

Mensagem por apvalente » 21 jul 2019, 16:47

PintoFerreira_1_550.jpg
De acordo com esta tabela esta correcto, mas quando fazemos os cálculos com factor de simultaneidade 1,
- IB 45 A
- IZ 147 x 0,80 = 117,60 A (pvc - M.Referencia D)
- IN 50
- I2 80
- Verificação de condições
- Formula Queda tensão monofásica.
- Queda de tensão em percentagem
o valor que dá é de 35 mm2 para os 120 metros, a justa mas dá precisamente 1,5% de queda, a não ser esteja a fazer algo errado e não esteja a perceber.

Mesmo se só utilizar a formula da resistência ( Rô, L, S) e queda de tensão em percentagem os valores são idênticos.
Rô = 0,0225
Não tem Permissão para ver os ficheiros anexados nesta mensagem, tem de estar registado
APV

apvalente
Curioso
Curioso
Mensagens: 48
Registado: 04 nov 2011, 11:58
Localização: Évora

Re: Habitação antiga.

Mensagem por apvalente » 21 jul 2019, 18:33

ahahah :) pois esta bem estava a usar a formula de queda de tensão trifásica e não a monofasica e a calcular para 3 condutores em vez de 2x logo o iz também não bate certo!!
Prometo vou deixa de fazer contas ao domingo! lol

Bom fim de semana para todos!! assunto arrumado!
Última edição por apvalente em 21 jul 2019, 19:57, editado 1 vez no total.
APV

lcmmonteiro
Electricista de 3ª
Electricista de 3ª
Mensagens: 264
Registado: 19 abr 2017, 15:34
Profissão: Eletricista
Localização: Barreiro
Enviou: 1 vez
Agradecimiento recebido: 10 vezes

Re: Habitação antiga.

Mensagem por lcmmonteiro » 21 jul 2019, 19:42

Na tabela que indica tem o cálculo semelhante ao que indiquei 45A em monofasico com secção de 35mm vai até perto dos 60m.

Na mesma tabela para um comprimento de 120 metros já precisa de 70mm de secção.

Em trifásico a secção vai reduzir porque vai dividir os 45A por 3 fases de 15A logo so precisa de 35mm.

Mas se fosse os mesmos 45A por fase ja ia necessitar de 120mm.

Responder

Voltar para “Dúvidas”