Distribuição de fases em quadro Trifásico

Responder
Avatar do Utilizador
Mário
Team Apoio
Team Apoio
Mensagens: 7094
Registado: 09 nov 2007, 22:11
Localização: Lisboa
Enviou: 3 vezes
Agradecimento recebido: 110 vezes

Re: Distribuição de fases em quadro Trifásico

Mensagem por Mário » 18 out 2017, 17:11

Boas
veiga144 Escreveu:
18 out 2017, 16:14
se trocar as saidas só eu tenho neste momento 7+7+7 circuitos (L1,L2,L3) mas eu quero na realidade por exemplo 5+10+6!!
Creio que o melhor é;
3 disjuntores tetrapolar e electrificas como queres o quadro (3 circuitos)
O diferencial passa para o lado do geral (a jusante)
O indicado era teres 3 diferenciais (atenção ao volume da casa de banho, ao ID mA)

Cump.
Mário


"Se, tremes de indignação sempre que se comete uma injustiça no Mundo, então somos companheiros que é o mais importante"

ohmico
Velha Guarda
Velha Guarda
Mensagens: 1576
Registado: 22 fev 2008, 14:44
Enviou: 5 vezes
Agradecimento recebido: 34 vezes

Re: Distribuição de fases em quadro Trifásico

Mensagem por ohmico » 18 out 2017, 18:34

veiga144 Escreveu:
18 out 2017, 15:03
Ok, Peço desculpa pelo mal entendido dos dois diferenciais. é mais fácil assim! de facto é só um mesmo.

E esquece também que disse que vou passar a alimentação para mono. Esta parte vamos manter difícil!

Com este tipo de régua, a distribuição é quantitativa (nº de circuitos) e não qualitativa (potencia de cada circuito). Ou seja, distribui-se o total de circuitos pelas 3 fases como quem divide 22 por 3. Mas o problema é que as cargas não são todas iguais tanto em peso (VA) como em previsão de utilização simultânea.

O problema é que este tipo de instalação não obriga a projecto porque se obrigasse essas questões tinham sido certamente ponderadas a priori.

Mantenho a régua e troco a posição dos disjuntores ou troco as linhas nas saídas dos disjuntores e a descrição de cada circuito?

O que será mais facil?
Boas,

calcula a potência instalada, divide por três e distribui aproximando os valores por fase do valor obtido.

Para isso faz trocas nas saídas dos disjuntores e se a potencia contratada não chegar contrata mais.

"O problema é que este tipo de instalação não obriga a projecto porque se obrigasse essas questões tinham sido certamente ponderadas a priori"
Não sei onde foi buscar esta ideia, pois para fazer uma instalação deste tipo nunca foi necessário ter projecto, o que foi sempre necessário é contratar um electricista e não colocar a apreciação do orçamento exclusivamente no preço.

Ohmico

Avatar do Utilizador
ElectroescadaS
Velha Guarda
Velha Guarda
Mensagens: 169
Registado: 08 fev 2010, 23:55
Profissão: Assistente Operacional
Localização: Parede
Enviou: 33 vezes
Agradecimento recebido: 10 vezes
Contacto:

Re: Distribuição de fases em quadro Trifásico

Mensagem por ElectroescadaS » 18 out 2017, 21:25

:V
Imagem

veiga144
Curioso
Curioso
Mensagens: 12
Registado: 05 abr 2012, 15:37
Profissão: Eng. Electrotécnico
Localização: Porto
Contacto:

Re: Distribuição de fases em quadro Trifásico

Mensagem por veiga144 » 21 out 2017, 19:28

ohmico Escreveu:
18 out 2017, 18:34
veiga144 Escreveu:
18 out 2017, 15:03
Ok, Peço desculpa pelo mal entendido dos dois diferenciais. é mais fácil assim! de facto é só um mesmo.

E esquece também que disse que vou passar a alimentação para mono. Esta parte vamos manter difícil!

Com este tipo de régua, a distribuição é quantitativa (nº de circuitos) e não qualitativa (potencia de cada circuito). Ou seja, distribui-se o total de circuitos pelas 3 fases como quem divide 22 por 3. Mas o problema é que as cargas não são todas iguais tanto em peso (VA) como em previsão de utilização simultânea.

O problema é que este tipo de instalação não obriga a projecto porque se obrigasse essas questões tinham sido certamente ponderadas a priori.

Mantenho a régua e troco a posição dos disjuntores ou troco as linhas nas saídas dos disjuntores e a descrição de cada circuito?

O que será mais facil?
Boas,

calcula a potência instalada, divide por três e distribui aproximando os valores por fase do valor obtido.

Para isso faz trocas nas saídas dos disjuntores e se a potencia contratada não chegar contrata mais.

"O problema é que este tipo de instalação não obriga a projecto porque se obrigasse essas questões tinham sido certamente ponderadas a priori"
Não sei onde foi buscar esta ideia, pois para fazer uma instalação deste tipo nunca foi necessário ter projecto, o que foi sempre necessário é contratar um electricista e não colocar a apreciação do orçamento exclusivamente no preço.

Ohmico
Eu comprei uma casa! não contratei um electricista! Aproveito para dizer que ja fiz a alteração nas saidas.

ENERGY
Team Apoio
Team Apoio
Mensagens: 5082
Registado: 18 fev 2009, 21:21
Profissão: Eletricista
Localização: Portugal de Norte a Sul
Enviou: 21 vezes
Agradecimento recebido: 189 vezes

Re: Distribuição de fases em quadro Trifásico

Mensagem por ENERGY » 22 out 2017, 17:38

Boas
Depois de tudo o que já foi dito, resta-me dizer que numa habitação é muito difícil, ou impossível fazer o equilíbrio de fases, pois nem sempre diariamente a pessoa faz a mesma rotina de ligação de eletrodomésticos, logo se um dia, ou num determinado momento, as cargas estão equilibradas, no momento seguinte liga outra máquina, e lá se vai o equilíbrio para o maneta, e claro com potência contratada de 10.35Kvas em trifásico, é um grande disparate, deve estar constantemente a disparar.
Com essa potência contratada, o melhor seria ter essa potência em monofásico, e aí já estaria mais a vontade nos consumos, mas claro é preciso que a EDP autorize essa passagem de trifásico para monofásico.
Cpts.
Energy

Mario Lopes
Velha Guarda
Velha Guarda
Mensagens: 156
Registado: 12 jan 2011, 14:37
Localização: Telheiras - Lisboa
Agradecimento recebido: 13 vezes

Re: Distribuição de fases em quadro Trifásico

Mensagem por Mario Lopes » 12 jan 2018, 13:53

Bom dia,

A sua residência é moradia ou vive um Prédio. É bastante simples passar de trifásico para mono.
A potência de 10.35Kva em trifásico só faz sentido caso tenha cargas trifásicas. Aconselho a alterar para mono. Caso não consiga e como verificou que a carga da fase 1 é superior, identifique com uma pinça amperimetrica qual a maior carga que tem na fase 1 e troque por outra menor que tenha noutra fase. Em relação as principais cargas( MLL, MLR e Forno) é distribuir uma por cada fase.

Responder

Voltar para “Problemas Elétricos”

Quem está ligado:

Utilizadores neste fórum: Nenhum utilizador registado e 1 visitante