Quantos livros poderei ir comprar por mês à EngeBook?

Responder
edeluz
Pré Oficial
Pré Oficial
Mensagens: 467
Registado: 09 out 2016, 16:59
Profissão: Electricista
Enviou: 90 vezes
Agradecimento recebido: 18 vezes

Quantos livros poderei ir comprar por mês à EngeBook?

Mensagem por edeluz » 22 nov 2017, 02:59

Olá,

Recentemente irei entrar no mercado de trabalho como técnico de Automação e Robótica. Também pretendo abraçar projectos que envolvam a parte eléctrica, como montagem de quadros (quadrista e instalador) e toda a área que está relacionada com motores, variadores, sensores e demais temas inerentes à área.

O tipo de empresas que tenho como alvo são empresas que desenham e instalam máquinas à medida do cliente. Por isso a volatilidade do serviço e desafio técnico/acadêmico/profissional será elevado e constante.

A questão que me deixa sem resposta é: "Que valores são os praticados em profissionais com estas tarefas!?"
Já sei que depende da empresa, dos anos de experiência, dos conhecimentos adquiridos, do passado do técnico, entre outros factores. Mas existe algo valor base ou comum no qual um iniciante na área como eu, mesmo já tendo experiência na industria, me possa reger?

Obrigado



Avatar do Utilizador
nelmindo
Team Apoio
Team Apoio
Mensagens: 5055
Registado: 14 abr 2008, 10:52
Profissão: Electricista
Localização: PORTO
Enviou: 16 vezes
Agradecimento recebido: 144 vezes

Re: Quantos livros poderei ir comprar por mês à EngeBook?

Mensagem por nelmindo » 22 nov 2017, 11:26

edeluz Escreveu:
22 nov 2017, 02:59
Olá,

Recentemente irei entrar no mercado de trabalho como técnico de Automação e Robótica. Também pretendo abraçar projectos que envolvam a parte eléctrica, como montagem de quadros (quadrista e instalador) e toda a área que está relacionada com motores, variadores, sensores e demais temas inerentes à área.

O tipo de empresas que tenho como alvo são empresas que desenham e instalam máquinas à medida do cliente. Por isso a volatilidade do serviço e desafio técnico/acadêmico/profissional será elevado e constante.

A questão que me deixa sem resposta é: "Que valores são os praticados em profissionais com estas tarefas!?"
Já sei que depende da empresa, dos anos de experiência, dos conhecimentos adquiridos, do passado do técnico, entre outros factores. Mas existe algo valor base ou comum no qual um iniciante na área como eu, mesmo já tendo experiência na industria, me possa reger?

Obrigado
O titulo do tópico não bate com o conteúdo do tópico

luisilva78
Técnico Dedicado
Técnico Dedicado
Mensagens: 356
Registado: 09 dez 2014, 19:10
Profissão: Eng.º Electromecânico
Enviou: 9 vezes
Agradecimento recebido: 36 vezes

Re: Quantos livros poderei ir comprar por mês à EngeBook?

Mensagem por luisilva78 » 22 nov 2017, 11:59

nelmindo Escreveu:
22 nov 2017, 11:26

O titulo do tópico não bate com o conteúdo do tópico
Não é bem assim. Tem que ler nas entrelinhas.

edeluz
Pré Oficial
Pré Oficial
Mensagens: 467
Registado: 09 out 2016, 16:59
Profissão: Electricista
Enviou: 90 vezes
Agradecimento recebido: 18 vezes

Re: Quantos livros poderei ir comprar por mês à EngeBook?

Mensagem por edeluz » 22 nov 2017, 12:16

Olá,

O título é uma brincadeira! Pois o número de livros que irei conseguir comprar por mês está directamente relacionado com o valor mensal que irei ter na conta :D

Uma vez que estamos na ala de "Conversa de Café" decidi ser um pouco mordaz com o título. De maneira alguma pretendo brincar com a ajuda dos colegas, levando os mesmos ao engano.

Cumps

ENERGY
Team Apoio
Team Apoio
Mensagens: 5098
Registado: 18 fev 2009, 21:21
Profissão: Eletricista
Localização: Portugal de Norte a Sul
Enviou: 22 vezes
Agradecimento recebido: 191 vezes

Re: Quantos livros poderei ir comprar por mês à EngeBook?

Mensagem por ENERGY » 22 nov 2017, 23:01

edeluz Escreveu:
22 nov 2017, 12:16
Olá,

O título é uma brincadeira! Pois o número de livros que irei conseguir comprar por mês está directamente relacionado com o valor mensal que irei ter na conta :D

Uma vez que estamos na ala de "Conversa de Café" decidi ser um pouco mordaz com o título. De maneira alguma pretendo brincar com a ajuda dos colegas, levando os mesmos ao engano.

Cumps
Boas
Quanto aos livros que vais conseguir comprar ou não mensalmente, vai depender muito do tipo de trabalho que vais conseguir angariar, dos valores cobrados, dos encargos mensais, etc, etc.
Cpts.
Energy

edeluz
Pré Oficial
Pré Oficial
Mensagens: 467
Registado: 09 out 2016, 16:59
Profissão: Electricista
Enviou: 90 vezes
Agradecimento recebido: 18 vezes

Re: Quantos livros poderei ir comprar por mês à EngeBook?

Mensagem por edeluz » 23 nov 2017, 01:49

Olá,

Quer dizer que é comum um tecnico trabalhar numa empresa, onde desempenha montagem de quadros eléctricos e trabalhos de automação e também ter trabalhos por conta própria, fora do horário do patrão?

Obrigado

Avatar do Utilizador
nelmindo
Team Apoio
Team Apoio
Mensagens: 5055
Registado: 14 abr 2008, 10:52
Profissão: Electricista
Localização: PORTO
Enviou: 16 vezes
Agradecimento recebido: 144 vezes

Re: Quantos livros poderei ir comprar por mês à EngeBook?

Mensagem por nelmindo » 23 nov 2017, 12:13

edeluz Escreveu:
23 nov 2017, 01:49
Olá,

Quer dizer que é comum um tecnico trabalhar numa empresa, onde desempenha montagem de quadros eléctricos e trabalhos de automação e também ter trabalhos por conta própria, fora do horário do patrão?

Obrigado
Quem é que disse isso?

rui14
Curioso
Curioso
Mensagens: 64
Registado: 31 ago 2010, 11:25
Profissão: electricista
Localização: AVEIRO
Enviou: 2 vezes
Agradecimento recebido: 2 vezes

Re: Quantos livros poderei ir comprar por mês à EngeBook?

Mensagem por rui14 » 23 nov 2017, 13:16

Parece uma conversa de surdos.

ENERGY
Team Apoio
Team Apoio
Mensagens: 5098
Registado: 18 fev 2009, 21:21
Profissão: Eletricista
Localização: Portugal de Norte a Sul
Enviou: 22 vezes
Agradecimento recebido: 191 vezes

Re: Quantos livros poderei ir comprar por mês à EngeBook?

Mensagem por ENERGY » 23 nov 2017, 22:10

edeluz Escreveu:
23 nov 2017, 01:49
Olá,

Quer dizer que é comum um tecnico trabalhar numa empresa, onde desempenha montagem de quadros eléctricos e trabalhos de automação e também ter trabalhos por conta própria, fora do horário do patrão?

Obrigado
Boas
Em que contexto estará esta resposta?
Cpts.
Energy

edeluz
Pré Oficial
Pré Oficial
Mensagens: 467
Registado: 09 out 2016, 16:59
Profissão: Electricista
Enviou: 90 vezes
Agradecimento recebido: 18 vezes

Re: Quantos livros poderei ir comprar por mês à EngeBook?

Mensagem por edeluz » 24 nov 2017, 01:54

Subentendi, erradamente!
Boas
Quanto aos livros que vais conseguir comprar ou não mensalmente, vai depender muito do tipo de trabalho que vais conseguir angariar, dos valores cobrados, dos encargos mensais, etc, etc.
Nesta parte percebo que depende muito do tipo de trabalhos e serviços que vá realizar. Estou a considerar este cenário para uma situação na qual o técnico se encontra por conta própria. Mas o que procuro saber é que valores são praticados pela empresas para técnicos em inicio de carreira. Se for possível tabelar as coisas desta maneira.

E já agora, é prática comum um técnico exercer a sua actividade em paralelo com o trabalho numa empresa da mesma área?

Cumps

[UPDATE1]
A parte que "Subentendi, erradamente!" é referente a:
Quer dizer que é comum um tecnico trabalhar numa empresa, onde desempenha montagem de quadros eléctricos e trabalhos de automação e também ter trabalhos por conta própria, fora do horário do patrão?
Última edição por edeluz em 24 nov 2017, 01:57, editado 2 vezes no total.

edeluz
Pré Oficial
Pré Oficial
Mensagens: 467
Registado: 09 out 2016, 16:59
Profissão: Electricista
Enviou: 90 vezes
Agradecimento recebido: 18 vezes

Re: Quantos livros poderei ir comprar por mês à EngeBook?

Mensagem por edeluz » 24 nov 2017, 01:55

rui14 Escreveu:
23 nov 2017, 13:16
Parece uma conversa de surdos.
De facto é! Considerando que estamos num fórum! :D ;)

Avatar do Utilizador
nelmindo
Team Apoio
Team Apoio
Mensagens: 5055
Registado: 14 abr 2008, 10:52
Profissão: Electricista
Localização: PORTO
Enviou: 16 vezes
Agradecimento recebido: 144 vezes

Re: Quantos livros poderei ir comprar por mês à EngeBook?

Mensagem por nelmindo » 24 nov 2017, 11:39

edeluz Escreveu:
24 nov 2017, 01:54
Subentendi, erradamente!
Boas
Quanto aos livros que vais conseguir comprar ou não mensalmente, vai depender muito do tipo de trabalho que vais conseguir angariar, dos valores cobrados, dos encargos mensais, etc, etc.
Nesta parte percebo que depende muito do tipo de trabalhos e serviços que vá realizar. Estou a considerar este cenário para uma situação na qual o técnico se encontra por conta própria. Mas o que procuro saber é que valores são praticados pela empresas para técnicos em inicio de carreira. Se for possível tabelar as coisas desta maneira.

E já agora, é prática comum um técnico exercer a sua actividade em paralelo com o trabalho numa empresa da mesma área?
Se é a mesma área e existe fator lucrativo/financeiro, uma das empresas pode alegar fuga de informação, concorrência desleal e conflito de interesses. Pode agir judicialmente e solicitar um processo de rescisão de contrato e respectiva indemnização por danos causados. Não é a mesma coisa, como servir de voluntário num hospital à semana e aos fins de semana fazer o mesmo na sua paróquia... não acha?


Cumps

[UPDATE1]
A parte que "Subentendi, erradamente!" é referente a:
Quer dizer que é comum um tecnico trabalhar numa empresa, onde desempenha montagem de quadros eléctricos e trabalhos de automação e também ter trabalhos por conta própria, fora do horário do patrão?

ohmico
Velha Guarda
Velha Guarda
Mensagens: 1577
Registado: 22 fev 2008, 14:44
Enviou: 5 vezes
Agradecimento recebido: 34 vezes

Re: Quantos livros poderei ir comprar por mês à EngeBook?

Mensagem por ohmico » 24 nov 2017, 14:04

nelmindo Escreveu:
24 nov 2017, 11:39
edeluz Escreveu:
24 nov 2017, 01:54
Subentendi, erradamente!
Boas
Quanto aos livros que vais conseguir comprar ou não mensalmente, vai depender muito do tipo de trabalho que vais conseguir angariar, dos valores cobrados, dos encargos mensais, etc, etc.
Nesta parte percebo que depende muito do tipo de trabalhos e serviços que vá realizar. Estou a considerar este cenário para uma situação na qual o técnico se encontra por conta própria. Mas o que procuro saber é que valores são praticados pela empresas para técnicos em inicio de carreira. Se for possível tabelar as coisas desta maneira.

E já agora, é prática comum um técnico exercer a sua actividade em paralelo com o trabalho numa empresa da mesma área?
Se é a mesma área e existe fator lucrativo/financeiro, uma das empresas pode alegar fuga de informação, concorrência desleal e conflito de interesses. Pode agir judicialmente e solicitar um processo de rescisão de contrato e respectiva indemnização por danos causados. Não é a mesma coisa, como servir de voluntário num hospital à semana e aos fins de semana fazer o mesmo na sua paróquia... não acha?


Cumps

[UPDATE1]
A parte que "Subentendi, erradamente!" é referente a:
Quer dizer que é comum um tecnico trabalhar numa empresa, onde desempenha montagem de quadros eléctricos e trabalhos de automação e também ter trabalhos por conta própria, fora do horário do patrão?
Boas,

este assunto já foi discutido.

Não entendo essa tendência para complicar aquilo que é fácil e natural.

Desde que não tenha assinado nenhum contrato de exclusividade, nada o impede de, no seu tempo livre, trabalhar no exercício da sua profissão.

É evidente que não pode é disputar clientes à sua entidade patronal, isto é, não pode concorrer a par com esta, à execução dos mesmos trabalhos.

Estávamos bem arranjados se tal não pudesse acontecer, o tempo dos escravos com dono, embora não pareça, já lá vai.

Convém não esquecer que a exclusividade... paga-se.

Ohmico

Avatar do Utilizador
nelmindo
Team Apoio
Team Apoio
Mensagens: 5055
Registado: 14 abr 2008, 10:52
Profissão: Electricista
Localização: PORTO
Enviou: 16 vezes
Agradecimento recebido: 144 vezes

Re: Quantos livros poderei ir comprar por mês à EngeBook?

Mensagem por nelmindo » 24 nov 2017, 15:04

ohmico Escreveu:
24 nov 2017, 14:04
nelmindo Escreveu:
24 nov 2017, 11:39
edeluz Escreveu:
24 nov 2017, 01:54
Subentendi, erradamente!
Boas
Quanto aos livros que vais conseguir comprar ou não mensalmente, vai depender muito do tipo de trabalho que vais conseguir angariar, dos valores cobrados, dos encargos mensais, etc, etc.
Nesta parte percebo que depende muito do tipo de trabalhos e serviços que vá realizar. Estou a considerar este cenário para uma situação na qual o técnico se encontra por conta própria. Mas o que procuro saber é que valores são praticados pela empresas para técnicos em inicio de carreira. Se for possível tabelar as coisas desta maneira.

E já agora, é prática comum um técnico exercer a sua actividade em paralelo com o trabalho numa empresa da mesma área?
Se é a mesma área e existe fator lucrativo/financeiro, uma das empresas pode alegar fuga de informação, concorrência desleal e conflito de interesses. Pode agir judicialmente e solicitar um processo de rescisão de contrato e respectiva indemnização por danos causados. Não é a mesma coisa, como servir de voluntário num hospital à semana e aos fins de semana fazer o mesmo na sua paróquia... não acha?


Cumps

[UPDATE1]
A parte que "Subentendi, erradamente!" é referente a:
Quer dizer que é comum um tecnico trabalhar numa empresa, onde desempenha montagem de quadros eléctricos e trabalhos de automação e também ter trabalhos por conta própria, fora do horário do patrão?
Boas,

este assunto já foi discutido.

Não entendo essa tendência para complicar aquilo que é fácil e natural.

Desde que não tenha assinado nenhum contrato de exclusividade, nada o impede de, no seu tempo livre, trabalhar no exercício da sua profissão.

É evidente que não pode é disputar clientes à sua entidade patronal, isto é, não pode concorrer a par com esta, à execução dos mesmos trabalhos.

Estávamos bem arranjados se tal não pudesse acontecer, o tempo dos escravos com dono, embora não pareça, já lá vai.

Convém não esquecer que a exclusividade... paga-se.

Ohmico
Não precisa de assinar um contrato de exclusividade. Basta a empresa provar que teve acesso a informação privilegiada e que causou danos financeiros a perda de um cliente...

edeluz
Pré Oficial
Pré Oficial
Mensagens: 467
Registado: 09 out 2016, 16:59
Profissão: Electricista
Enviou: 90 vezes
Agradecimento recebido: 18 vezes

Re: Quantos livros poderei ir comprar por mês à EngeBook?

Mensagem por edeluz » 24 nov 2017, 15:06

ohmico Escreveu:
24 nov 2017, 14:04
nelmindo Escreveu:
24 nov 2017, 11:39
edeluz Escreveu:
24 nov 2017, 01:54
Subentendi, erradamente!
Boas
Quanto aos livros que vais conseguir comprar ou não mensalmente, vai depender muito do tipo de trabalho que vais conseguir angariar, dos valores cobrados, dos encargos mensais, etc, etc.
Nesta parte percebo que depende muito do tipo de trabalhos e serviços que vá realizar. Estou a considerar este cenário para uma situação na qual o técnico se encontra por conta própria. Mas o que procuro saber é que valores são praticados pela empresas para técnicos em inicio de carreira. Se for possível tabelar as coisas desta maneira.

E já agora, é prática comum um técnico exercer a sua actividade em paralelo com o trabalho numa empresa da mesma área?
Se é a mesma área e existe fator lucrativo/financeiro, uma das empresas pode alegar fuga de informação, concorrência desleal e conflito de interesses. Pode agir judicialmente e solicitar um processo de rescisão de contrato e respectiva indemnização por danos causados. Não é a mesma coisa, como servir de voluntário num hospital à semana e aos fins de semana fazer o mesmo na sua paróquia... não acha?


Cumps

[UPDATE1]
A parte que "Subentendi, erradamente!" é referente a:
Quer dizer que é comum um tecnico trabalhar numa empresa, onde desempenha montagem de quadros eléctricos e trabalhos de automação e também ter trabalhos por conta própria, fora do horário do patrão?
Boas,

este assunto já foi discutido.

Não entendo essa tendência para complicar aquilo que é fácil e natural.

Desde que não tenha assinado nenhum contrato de exclusividade, nada o impede de, no seu tempo livre, trabalhar no exercício da sua profissão.

É evidente que não pode é disputar clientes à sua entidade patronal, isto é, não pode concorrer a par com esta, à execução dos mesmos trabalhos.


Estávamos bem arranjados se tal não pudesse acontecer, o tempo dos escravos com dono, embora não pareça, já lá vai.

Convém não esquecer que a exclusividade... paga-se.

Ohmico
Obrigado Ohmico! Chegou onde pretendia (Sublinhei a vermelho). Conheço o código de trabalho da lei 7/2009 (https://dre.pt/web/guest/pesquisa/-/sea ... /maximized). Obviamente que não pretendo entrar em conflito com a empresa na qual trabalho. Simplesmente por questões de princípios/honra. Não é nada profissional esse tipo de actividade/pensamento.

O que pretendia saber era se na prática isso acontece. Se pelo vosso conhecimento existem muitos técnicos a realizar trabalho fora de horas por conta própria ou se esse tipo de proatividade é visto com maus olhos no tecido empresarial português. Obviamente que este tema é muito subjectivo, por isso mesmo o trouxe para a aba "conversas no café".

Obrigado

Responder

Voltar para “Conversa de Café”

Quem está ligado:

Utilizadores neste fórum: Nenhum utilizador registado e 1 visitante