Dia do Eletricista 17 de Outubro
O Dia do Eletricista é comemorado anualmente em 17 de outubro.
A data homenageia o profissional técnico e responsável na manutenção
e instalação da rede elétrica em residências, empresas e iluminação pública.

Cálculo de energia reactiva

migjac
Velha Guarda
Velha Guarda
Mensagens: 533
Registado: 08 mai 2008, 17:52
Enviou: 5 vezes
Agradecimiento recebido: 12 vezes

Re: Cálculo de energia reactiva

Mensagem por migjac » 07 set 2011, 16:10

joaoosvaldo Escreveu:Os kWh são os mesmos.
Então porque é que os fornecedores de equipamentos de compensação de energia reactiva apresentam uma poupança dos kwh? Será devido á poupança nas perdas?



parreirajoao
Técnico Dedicado
Técnico Dedicado
Mensagens: 1007
Registado: 16 mai 2011, 11:48
Agradecimiento recebido: 8 vezes

Re: Cálculo de energia reactiva

Mensagem por parreirajoao » 07 set 2011, 16:44

Sim, permite a redução de perdas por efeito de Joule (RI^2).

Estas perdas são contabilizadas como energia consumida no contador.

A equação é:

Pf/Pi=(cos fi inicial/cos fi final)^2

Exemplo de um trafo de 630 kVA com Pcu=6500W

Partindo de um cos fi incial de 0,7 e cos fi final de 0,98, o valor de perdas do transformador passa para 3316W.


Nota: Quando o João Osvaldo diz que os kWh são os mesmos, quer dizer que no diagrama vectorial o vector da potência activa (só o vector da potência reactiva é que varia) é o mesmo. Normalmente não se entra em conta com estes valores de perdas. Assim, também tinhas que entrar com as menores perdas dos cabos. Enfim, se os projectos têm que sair numa semana, temos de os simplificar ao máximo, mas tendo a consciência que os estamos a fazer bem.



migjac Escreveu:
joaoosvaldo Escreveu:Os kWh são os mesmos.
Então porque é que os fornecedores de equipamentos de compensação de energia reactiva apresentam uma poupança dos kwh? Será devido á poupança nas perdas?

parreirajoao
Técnico Dedicado
Técnico Dedicado
Mensagens: 1007
Registado: 16 mai 2011, 11:48
Agradecimiento recebido: 8 vezes

Re: Cálculo de energia reactiva

Mensagem por parreirajoao » 07 set 2011, 17:12

Reduz também a q.d.t. e permite um aumento da potência disponivel num transformador.


parreirajoao Escreveu:Sim, permite a redução de perdas por efeito de Joule (RI^2).

Estas perdas são contabilizadas como energia consumida no contador.

A equação é:

Pf/Pi=(cos fi inicial/cos fi final)^2

Exemplo de um trafo de 630 kVA com Pcu=6500W

Partindo de um cos fi incial de 0,7 e cos fi final de 0,98, o valor de perdas do transformador passa para 3316W.


Nota: Quando o João Osvaldo diz que os kWh são os mesmos, quer dizer que no diagrama vectorial o vector da potência activa (só o vector da potência reactiva é que varia) é o mesmo. Normalmente não se entra em conta com estes valores de perdas. Assim, também tinhas que entrar com as menores perdas dos cabos. Enfim, se os projectos têm que sair numa semana, temos de os simplificar ao máximo, mas tendo a consciência que os estamos a fazer bem.



migjac Escreveu:
joaoosvaldo Escreveu:Os kWh são os mesmos.
Então porque é que os fornecedores de equipamentos de compensação de energia reactiva apresentam uma poupança dos kwh? Será devido á poupança nas perdas?

Avatar do Utilizador
joaoosvaldo
Team Apoio
Team Apoio
Mensagens: 3378
Registado: 24 out 2008, 15:06
Profissão: Engenheiro Eletrotécnico
Localização: Norte
Enviou: 18 vezes
Agradecimiento recebido: 30 vezes

Re: Cálculo de energia reactiva

Mensagem por joaoosvaldo » 07 set 2011, 17:53

Estão correctíssimas as observações do colega parreirajoao.
Cumprimentos,

João Osvaldo Sousa


Email: [email protected]

mmorais
Curioso
Curioso
Mensagens: 10
Registado: 27 jan 2010, 16:00
Localização: Lisboa

Re: Cálculo de energia reactiva

Mensagem por mmorais » 08 set 2011, 10:08

Bom dia a todos, concordo com a globalidade das coisas escritas neste tópico, não concordo apenas com o facto de acharem que a poupança em energia activa é marginal com a instalação de baterias de condensadores.


Sim concordo, quando se trata de compensação global, até porque a instalação é feita junto ao QGBT logo o efeito de joule é mínimo pela (normalmente) pouca distancia de cabos entre o QGBT e o Contador.

Discordo se estivermos a falar em compensação local de factor potência, já foi "semi-discutido" noutro tópico que as poupanças são reais, obviamente para cargas de médias/grandes potências (pela experiência que tenho acima de 10kW). - http://www.eletricidade.net/viewtopic.php?t=11648

Em motores com alguma potência e, o mais fixa possivel, é uma solução muito interessante, não só em termos de poupanças de energia activa como para o próprio motor que, regra geral, tem FP miseráveis...

Acompanhei, muito recentemente, um estudo que a empresa onde trabalho fez em conjunto com a J.J. Tomé S.A, o objectivo era o de provar a eficácia (ou não) da compensação LOCAL do factor potência no que diz respeito à energia activa.

O estudo foi feito num motor de 50kW e as analises, se não estou em erro, duraram 2 semanas. Foi observada uma poupança de aproximadamente 9% em energia activa, 75% em reactiva, 7% e redução em kVA.

Logo que o relatório me chegue às mãos (deverá acontecer na próxima semana), e caso me autorizem, colocarei aqui à vossa disposição.

Mário Morais

Avatar do Utilizador
joaoosvaldo
Team Apoio
Team Apoio
Mensagens: 3378
Registado: 24 out 2008, 15:06
Profissão: Engenheiro Eletrotécnico
Localização: Norte
Enviou: 18 vezes
Agradecimiento recebido: 30 vezes

Re: Cálculo de energia reactiva

Mensagem por joaoosvaldo » 08 set 2011, 11:02

mmorais Escreveu:Bom dia a todos, concordo com a globalidade das coisas escritas neste tópico, não concordo apenas com o facto de acharem que a poupança em energia activa é marginal com a instalação de baterias de condensadores.


Sim concordo, quando se trata de compensação global, até porque a instalação é feita junto ao QGBT logo o efeito de joule é mínimo pela (normalmente) pouca distancia de cabos entre o QGBT e o Contador.

Discordo se estivermos a falar em compensação local de factor potência, já foi "semi-discutido" noutro tópico que as poupanças são reais, obviamente para cargas de médias/grandes potências (pela experiência que tenho acima de 10kW). - http://www.eletricidade.net/viewtopic.php?t=11648

Em motores com alguma potência e, o mais fixa possivel, é uma solução muito interessante, não só em termos de poupanças de energia activa como para o próprio motor que, regra geral, tem FP miseráveis...

Acompanhei, muito recentemente, um estudo que a empresa onde trabalho fez em conjunto com a J.J. Tomé S.A, o objectivo era o de provar a eficácia (ou não) da compensação LOCAL do factor potência no que diz respeito à energia activa.

O estudo foi feito num motor de 50kW e as analises, se não estou em erro, duraram 2 semanas. Foi observada uma poupança de aproximadamente 9% em energia activa, 75% em reactiva, 7% e redução em kVA.

Logo que o relatório me chegue às mãos (deverá acontecer na próxima semana), e caso me autorizem, colocarei aqui à vossa disposição.

Mário Morais
Coloque cá quando obtiver os resultados, era bom para podermos debater. Obrigado.
Cumprimentos,

João Osvaldo Sousa


Email: [email protected]

Avatar do Utilizador
joaoosvaldo
Team Apoio
Team Apoio
Mensagens: 3378
Registado: 24 out 2008, 15:06
Profissão: Engenheiro Eletrotécnico
Localização: Norte
Enviou: 18 vezes
Agradecimiento recebido: 30 vezes

Re: Cálculo de energia reactiva

Mensagem por joaoosvaldo » 21 set 2011, 22:25

Com a compensação de energia reactiva existe uma redução da corrente na canalização que alimenta a carga à qual se procedeu à compensação e consequente redução das perdas.

Ver no seguinte artigo como calcular estas perdas: http://www.eletricidade.net/viewtopic.php?f=22&t=11989.
Cumprimentos,

João Osvaldo Sousa


Email: [email protected]

parreirajoao
Técnico Dedicado
Técnico Dedicado
Mensagens: 1007
Registado: 16 mai 2011, 11:48
Agradecimiento recebido: 8 vezes

Re: Cálculo de energia reactiva

Mensagem por parreirajoao » 22 set 2011, 09:20

Ver este anexo, que é ilustrativo, na redução das perdas, principalmente, quando a compensação é junto à carga.
Não tem Permissão para ver os ficheiros anexados nesta mensagem, tem de estar registado

dionisio
Curioso
Curioso
Mensagens: 14
Registado: 24 nov 2010, 17:44
Agradecimiento recebido: 5 vezes

Re: Cálculo de energia reactiva

Mensagem por dionisio » 06 mar 2012, 17:19

Duzia12 Escreveu:Os cálculos da folha de cálculo estão mal, eu vou corrigir a folha


Aí vai a folha de cálculo analisem as fórmulas se houver dúvidas digam
Cálculo Reactiva.xls
Reativa.png
Olá.

Como fazemos com os 3 novos escalões de energia reactiva?

Por exemplo, este último mês, os valores foram:
PONTA: 4364kWh
CHEIA: 11034kWh
ERCFV3: 1461kVAh
ERCFV4: 522kVAh
ERCFV5: 29kVAh
PTHPT: 41,56kW

Abraço

PS: As fórmulas na linha "Média" não estão erradas? Estão a fazer a média, incluindo uma célula a 0 (vazia).

Duzia12
Oficial
Oficial
Mensagens: 4987
Registado: 27 fev 2008, 20:53
Profissão: Professor/Lic. Controlo Industrial
Localização: Braga
Agradecimiento recebido: 8 vezes

Re: Cálculo de energia reactiva

Mensagem por Duzia12 » 06 mar 2012, 18:30

Gostava de saber como se poupa energia ativa.

Numa lâmpada é muito fácil, reduz-se a tensão. Mas também reduz o rendimento e a intensidade luminosa.

Num motor, só se poupa se não se gastar, expliquem lá como é!!!

Duzia12
Oficial
Oficial
Mensagens: 4987
Registado: 27 fev 2008, 20:53
Profissão: Professor/Lic. Controlo Industrial
Localização: Braga
Agradecimiento recebido: 8 vezes

Re: Cálculo de energia reactiva

Mensagem por Duzia12 » 06 mar 2012, 19:43

parreirajoao Escreveu:Sim, permite a redução de perdas por efeito de Joule (RI^2).

Estas perdas são contabilizadas como energia consumida no contador.

A equação é:

Pf/Pi=(cos fi inicial/cos fi final)^2

Exemplo de um trafo de 630 kVA com Pcu=6500W

Partindo de um cos fi incial de 0,7 e cos fi final de 0,98, o valor de perdas do transformador passa para 3316W.


Nota: Quando o João Osvaldo diz que os kWh são os mesmos, quer dizer que no diagrama vectorial o vector da potência activa (só o vector da potência reactiva é que varia) é o mesmo. Normalmente não se entra em conta com estes valores de perdas. Assim, também tinhas que entrar com as menores perdas dos cabos. Enfim, se os projectos têm que sair numa semana, temos de os simplificar ao máximo, mas tendo a consciência que os estamos a fazer bem.



migjac Escreveu:
joaoosvaldo Escreveu:Os kWh são os mesmos.
Então porque é que os fornecedores de equipamentos de compensação de energia reactiva apresentam uma poupança dos kwh? Será devido á poupança nas perdas?



Mas as perdas por efeito de Joule são poucas W= 3xR x I^2 xt para I=125 A num cabo XV ---50 mm^2----50 metros teremos

R=0,0225X50/50 = 0,0225 Ohms P=3 x 0,0225 x 125 ^2 x1h/1000=0,351 KWh uma insignificância ........x 10 x 30 dias x € .........= 12 € nem 3% do total
Última edição por Duzia12 em 06 mar 2012, 20:10, editado 1 vez no total.

Duzia12
Oficial
Oficial
Mensagens: 4987
Registado: 27 fev 2008, 20:53
Profissão: Professor/Lic. Controlo Industrial
Localização: Braga
Agradecimiento recebido: 8 vezes

Re: Cálculo de energia reactiva

Mensagem por Duzia12 » 06 mar 2012, 19:44

parreirajoao Escreveu:Sim, permite a redução de perdas por efeito de Joule (RI^2).

Estas perdas são contabilizadas como energia consumida no contador.

A equação é:

Pf/Pi=(cos fi inicial/cos fi final)^2

Exemplo de um trafo de 630 kVA com Pcu=6500W

Partindo de um cos fi incial de 0,7 e cos fi final de 0,98, o valor de perdas do transformador passa para 3316W.


Nota: Quando o João Osvaldo diz que os kWh são os mesmos, quer dizer que no diagrama vectorial o vector da potência activa (só o vector da potência reactiva é que varia) é o mesmo. Normalmente não se entra em conta com estes valores de perdas. Assim, também tinhas que entrar com as menores perdas dos cabos. Enfim, se os projectos têm que sair numa semana, temos de os simplificar ao máximo, mas tendo a consciência que os estamos a fazer bem.



migjac Escreveu:
joaoosvaldo Escreveu:Os kWh são os mesmos.
Então porque é que os fornecedores de equipamentos de compensação de energia reactiva apresentam uma poupança dos kwh? Será devido á poupança nas perdas?



Mas as perdas por efeito de Joule são poucas W= 3xR x I^2 xt para I=125 num cabo XV ---50 mm^2----50 metros teremos


R=0,0225X50/50 = 0,0225 Ohms W=3 x 0,0225 x 125 ^2 x1h/1000=0,351 KWh uma insignificância x 10 h x 31 dias ==== x € =12€ ...... nem 3% do total

Avatar do Utilizador
valsemiao
Faça a sua apresentação
Faça a sua apresentação
Mensagens: 4
Registado: 23 fev 2012, 16:27
Localização: Castelo Branco

Re: Cálculo de energia reactiva

Mensagem por valsemiao » 11 set 2012, 15:03

Boa tarde,

Como posso visualizar os ficheiros???

Estou registado, mas não tenho permissão de visualizar ficheiros...


Obrigado

Avatar do Utilizador
joaoosvaldo
Team Apoio
Team Apoio
Mensagens: 3378
Registado: 24 out 2008, 15:06
Profissão: Engenheiro Eletrotécnico
Localização: Norte
Enviou: 18 vezes
Agradecimiento recebido: 30 vezes

Re: Cálculo de energia reactiva

Mensagem por joaoosvaldo » 11 set 2012, 17:52

valsemiao Escreveu:Boa tarde,

Como posso visualizar os ficheiros???

Estou registado, mas não tenho permissão de visualizar ficheiros...


Obrigado
Tem de fazer o que está no vídeo do link seguinte:

http://www.eletricidade.net/viewtopic.php?f=11&t=13249

Ver também as regras do Fórum:

http://www.eletricidade.net/viewtopic.php?f=11&t=5855

http://www.eletricidade.net/viewtopic.php?f=12&t=27
Cumprimentos,

João Osvaldo Sousa


Email: [email protected]

Duzia12
Oficial
Oficial
Mensagens: 4987
Registado: 27 fev 2008, 20:53
Profissão: Professor/Lic. Controlo Industrial
Localização: Braga
Agradecimiento recebido: 8 vezes

Re: Cálculo de energia reactiva

Mensagem por Duzia12 » 13 set 2012, 20:17

parreirajoao Escreveu:Sim, permite a redução de perdas por efeito de Joule (RI^2).

Estas perdas são contabilizadas como energia consumida no contador.

A equação é:

Pf/Pi=(cos fi inicial/cos fi final)^2

Exemplo de um trafo de 630 kVA com Pcu=6500W

Partindo de um cos fi incial de 0,7 e cos fi final de 0,98, o valor de perdas do transformador passa para 3316W.


Nota: Quando o João Osvaldo diz que os kWh são os mesmos, quer dizer que no diagrama vectorial o vector da potência activa (só o vector da potência reactiva é que varia) é o mesmo. Normalmente não se entra em conta com estes valores de perdas. Assim, também tinhas que entrar com as menores perdas dos cabos. Enfim, se os projectos têm que sair numa semana, temos de os simplificar ao máximo, mas tendo a consciência que os estamos a fazer bem.










migjac Escreveu:
joaoosvaldo Escreveu:Os kWh são os mesmos.
Então porque é que os fornecedores de equipamentos de compensação de energia reactiva apresentam uma poupança dos kwh? Será devido á poupança nas perdas?







Se até 630 KVA a contagem é na baixa tensão as perdas eram 1% dos kwh consumidos, não percebo como se poupa!!!

Responder

Voltar para “Tabelas”